A cauda Longa da TI (The Long Tail)

Project Management

long-tail

Em minhas pesquisas corriqueiras tive a sorte de me deparar com um livro muito bom e altamente recomendado, o The Long Tail (A cauda longa). Escrito por Chris Anderson, este é um livro essencial para quem quer entender o impacto nos  negócios causado pelas novas tecnologias, como os sites Web 2.0, as comunidades e os novos dispositivos de vendas utilizados na internet.

Mas… o que é a Cauda Longa?

Para começar este um termo utilizado na Estatística para identificar distribuições de dados da curva de Pareto, onde o volume de dados é classificado de forma decrescente, formando um gráfico com a “cabeça” (parte com volume mais concentrado) e o restante, que tem formato semelhante de uma cauda e parece ter continuidade infinita.

Se você como eu não é um profundo conhecedor desta terminologia não se assuste, meu foco é apenas trazer um visão de como os serviços de TI em específico os direcionados a internet podem maximizar as vendas(e os lucros) para um empresa o saiba explorar. Este  é um fenômeno estudado em empresas que conseguem faturar tanto ou mais com produtos ditos de nicho, quanto as tradicionais super-empresas.

Poucos mercados de milhões ou milhões de mercados para poucos?

Na economia tradicional, os custos fixos de manutenção de estoques permitem calcular um valor para a procura que define a fronteira entre lucro e prejuízo. Por exemplo, o custo em manutenção de um produto muito demandado é igual ao custo de manutenção de um produto pouco procurado.

Já com a nova economia e principalmente devido o advento da internet, este conceito é colocado em prática, muito particularmente no caso dos produtos digitais.

A Internet e a Cauda Longa

A internet trouxe um cenário novo para os negócios. Antes a preocupação com os custos de manutenção e a falta de espaço levavam muitas empresas a desistir da venda de determinados produtos. Agora com a utilização em grande escala da internet, a limitação de espaço para exibição de produtos é quase inexistente e faz com que mercados de nicho seja explorados da mesma forma que o mercado de massas.

Prateleira infinita

Existe uma teoria que é amplamente difundida no que tange o faturamento das empresas. Esta é a regra dos “80/20”. Segundo esta regra 20% dos produtos representam 80% do faturamento.

Se usarmos como exemplo uma livraria, sabemos que a última aventura de Harry Potter vai vender tanto que representará uma parcela significativa do faturamento.  Por este motivo a livraria acaba colocando em suas prateleiras aqueles títulos que têm mais chance de vender. Como o espaço físico é limitado e tem um custo, só é possível  uma quantidade limitada de títulos diferentes, exatamente aqueles que vendem mais. E isso faz muito sentido!!!

É na internet que este cenário muda. Uma livraria virtual(como em qualquer outro segmento) possui  prateleiras de tamanho teoricamente infinito, cuja limitação é a quantidade de títulos oferecidos e não o espaço físico. Ao invés de disponibilizar apenas a lista dos mais vendidos, agora é possível ter um catálogo muito maior.

Um dos exemplos do livro mostra que uma grande livraria nos EUA possui cerca de 100 mil títulos diferentes disponíveis para a venda. Ao mesmo tempo a loja virtual Amazon.com possui cerca de 3,7 milhões de livros diferentes.

01

A grande descoberta

Uma das grandes sacadas neste negócio é que o fato da Amazon possuir o título na prateleira virtual, não significa que ele esteja em estoque.

Um estudo feito com a Amazon que por ter uma prateleira maior(sua diversidade superior) de livros a venda, o faturamento dos livros  menos populares representava em torno de um quarto da receita. Pode parecer  desvantajoso dispor estes produtos a venda. Isto é verdade apenas para uma loja física tradicional. Na internet já se descobriu que isto é muito rentável.

Aqui está algumas considerações sobre o tema. Acho que este é um tema que pode ser bem explorado e pretendo postar mais na medida em que evoluir na leitura do livro.


Author's profile picture

Vitor is a computer scientist who is passionate about creating software that will positively change the world we live in.

MVP Azure - Cloud Architect - Data science enthusiast


3 minutes to read