Uma história não tão breve da Cloud Computing

Cloud Computing

Antes mesmo da própria "Internet" ser uma realidade, sua existência já era tida como certa. A necessidade era pungente e já existiam pesquisas das grandes "Researches" apontando para este caminho. Era o início dos anos 60 e já se fala da necessidade de uma "Rede de Computadores". O que poucas pessoas sabem é que contemporâneo a isso, mesmo antes da existência da “Grande Rede" já se falava em "Cloud Computing".

ascent_of_man

Neste ponto da história, assim como já se falava na grande rede mas não havia o nome Internet, já temos aqui a ideia da Cloud Computing mas o rótulo era outro: Computer Utilities!!!

Trocando em miúdos, já tinhamos os computadores, já se via que os mesmos seriam uteis em breve, se reconhecia a necessidade de fazerem estes caras se comunicarem de maneira global e o próximo passo foi pensar em toda esta "estrutura" como "utilities".

arpanetEm 1961 já se ouvia afirmações como: "Um dia a computação vai ser organizada como um serviço público, assim como o sistema de telefonia é um serviço público" (John McCarthy). Já em 1969, Leonard Kleinrock, cientista chefe do ARPANET afirmou: "As redes de computadores estão em sua infância, mas a medida que crescem e se tornam sofisticadas, iremos ver a disseminação do computer utilities!". JCR Licklider também do projeto ARPANET sugeriu que em breve haveria uma “rede intergalática de computadores”.

Essas visões de uma rede global e um modelo de negócios baseado em serviços públicos são, naturalmente, dois dos princípios motrizes por trás da computação em nuvem e o acesso à Internet em geral.

OBS: John McCarthy é reconhecido por introduzir o conceito da Coud Computing.

 

A computação mudou o mundo

O primeiro microchip prático foi desenvolvido no final de 1950, e uma vez que os computadores poderiam fazer cálculos mais complexos, as pessoas começaram a desenvolver programas para a aplicação prática nos negócios.

Quase logo que os computadores foram demonstrando sua utilidade nos negócios, as grandes corporações começaram a pensar em como servir pequenas empresas. Em 1959, a IBM introduziu o modelo 1401, que deu a pequenas empresas o acesso a computadores de processamento de dados. O 1401 foi tão popular que até meados dos anos 60, quase metade dos sistemas de computadores do mundo eram do modelo 1401.

IBM1401-CPU

Sem entrar nas questões históricas, políticas e sociais da época, o estado da tecnologia e da cultura na década de 1950 criou o ambiente perfeito para que a inovação acontecesse rapidamente.

Do primeiro microchip a ideia de se ter computação consumida como serviço foram apenas 11 anos!!!

 

Computer utilities

A ideia era que um dia seria possível vender computação como utilidade, ou como falamos hoje, vende-lo como serviço.

Devemos lembrar que estamos falando de meados dos anos 60 e para muitos era impensável possuir um hardware em casa. Deste ponto se acreditava fortemente que as pessoas poderiam utilizar o computador pagando apenas pelo uso das chamadas utilidades. Com isso você poderia utilizar o poder computacional sem ter que pagar milhares de dólares para se ter um computador em casa.

Nesta época a computação se resumia ao processamento em lote (Batch Processing), onde só era possível processar uma atividade por vez. Na evolução por maior poder computacional chegou-se aos mainframes.

Então neste ponto da nossa história os mainframes já estavam disponíveis para o acesso de escolas e empresas. Estes maniframes eram acessíveis apenas por terminais burros. Com o consumo cada vez maior, e a incapacidade das empresas ou universidades em ter um mainframe dado os seus gastos exorbitantes de manutenção, a evolução natural foi a criação de uma camada para proporcionar o acesso a múltiplos usuários.

IBM7090

Isto foi possível por meio do “Time Sharing” que permitia a conexão ao computador por múltiplos usuários. Nascia aqui o primeiro conceito de tecnologia computacional a compartilhar processamento.

Agora já na década de 70, as coisas estavam evoluindo a passos largos e a IBM dá um salto e um empurrão na coisa toda ao lançar seu novo Sistema Operacional entitulado VM. Esse cara permitia aos administradores do mainframe System/370 montar diversos “sistemas virtuais” em um único nó físico, isso levou o “acesso compartilhado dos mainframes” a outro nível. Assim nascia a virtualização… De fato, a base da Cloud Computing é a virtualização, como já abordei em outros momentos.

virtualization_flow_lg

 

De fato, junto com a virtulização as inovações tecnológicas que mais tiveram influência sobre a formação da Computação em Nuvem. Clustering, Grid Computing, Multitenant Technology, Broadband Networks e Internet Architecture.

Enquanto isso, Bill Gates e Paul Allen fundaram a Microsoft em 1974, Steve Wozniak e Steve Jobs fundaram a Apple Computers, em 1976 e de cara lançaram o Apple II, no mesmo ano. Ao mesmo tempo, motivados pelo Departamento de Defesa dos EUA se inicia o projeto ARPANET. Já em  1976, a Xerox apresenta o conceito de Ethernet.

Em 1979 as empresas CompuServe Information Services e The Source, ambas ficaram onlines e hospedadas pela primeira vez por prestadores de serviços comerciais de forma pública!!!

Já em meados dos anos 90, as empresas de telecomunicações evoluiram suas ofertas de conexões dedicadas ponto-a-ponto, começaram a suportar conexões a redes virtuais privadas e trouxeram melhorias significativas ao equilíbrio e controle sobre o uso de banda. Enquanti isso a virtualização de sistemas para PCs se tornou relevante. Agora se iniciava a era do “online”.

Com cada vez mais pessoas manifestando a necessidade de ficar “online”, os custos tiveram de sair da estratosfera, e uma das formas que tornaram isso possível foi ... você adivinhou ... a virtualização. Servidores foram virtualizados em ambientes compartilhados de hospedagem, servidores virtuais privadas e servidores dedicados virtuais usando o mesmo tipo de funcionalidades fornecidas pelo VM OS da década de 50.

 

A evolução e o Início da Cloud

Agora vamos passar por alguns anos de evolução tecnológica até chegarmos ao ponto em que o computdor já era uma realidade, a Internet se encontrava em expansão contínua e Cloud Computing surgiria com este termo.

O ano é 1990 e a Internet tem sua independência e nesta década os serviços baseados na Web começariam a surgir. Mesmo sem saber o usuário comum com já alavancava a Cloud atravéz da utilização cada vez mais massiva de motores de busca como Yahoo e Google, serviços de e-mail como Hotmail e mais recentemente as diversas mídias sociais.

Em 1993, um navegador chamado Mosaic permitiu que gráficos fossem exibidos pela Internet, e assim as empresas privadas iniciaram o uso em grande escala da Internet. Sendo assim, finalmente o Mosaic permitiu as pessoas acessarem a web da forma como utilizamos hoje.

napstaEm paralelo a toda esta transformação, os anos 90 foram generosos para as inovações baseadas em internet. Em 1995 o ebay e a Amazon já estavam no ar e surgia já no final da década a Salesforce, como pioneira no conceito de levar serviços remotamente provisionados. Isso mesmo, em 1999 já se via o conceito de SaaS na prática!

Não demorou nada para que as empresas já online, comessacem a pensar nas possibilidades comerciais que viriam ao se ter a possibilidade de alcançar o mundo em um clique.

Junte tudo isso e você vai perceber os conceitos fundamentais que formam a base moderna da computação em nuvem já estavam aplicadas a tempos!!!

O final dos anos 90 e início dos anos 2000 foram um grande momento para se investir em uma empresa baseada na Internet. A computação em nuvem teve o ambiente certo para decolar, como arquiteturas multi-tenant, largura de banda de alta velocidade e de alta prevalência, padrões de interoperabilidade de software e várias outras tecnologias sendo desenvolvidas por conta deste  momento. Ai quando a Salesforce.com estreou em 1999 com o primeiro site a oferecer aplicativos de negócios a partir de um site 'normal' viram a necessidade de intitular este novo padrão de comércio, adivinha como chamaram???

YES… agora oficialmente já temos a Cloud Computing!!!

Agora em diante as coisas vão evoluir a passos largos. Já temos o modelo SaaS que mesmo ainda não sendo intitulado assim já era um modelo comercial viável. Logo, em 2002 é lançado a Amazon Web Services focado neste nicho de mercado. Dois anos depois temos o lançamento do Facebook que revoluciona a maneira como os usuário se comunicam e armazenam suas fotos e vídeos, o que faz com que ele migre para a nuvem a fim de atender a demanda de tráfego e armazenamento escalável.

Em 2006 temos os primeiros produtos PaaS e IaaS. A Cloud Computing era uma realidade, quebrava desconfianças e atraia os olhares dos mercados mais atentos e inovadores. 

 

Uma mini linha do tempo

Seguindo os principais eventos e acontecimentos, utilizando vários materiais específicos sobre Cloud Computing sugiro o seguinte resumo de linha do tempo:

    • 1961 – John McCarthy introduz o conceito de Cloud Computing
    • 1968 – Fundação da Intel
    • 1969 – Criação do UNIX e desenvolvimento do ARPANet
    • 1970 – Surgimento da Internet
    • 1971 – O primeiro E-mail é enviado
    • 1974 – Fundação da Microsoft
    • 1976 – Fundação da Apple Computer
    • 1977 – Fundação da Oracle
    • 1980 – A Wordwide chega aos computadoes
    • 1989 – Compaq lança o primeiro notebook
    • 1990 – A internet atinge o auge
    • 1995 – Fundação da Amazon e eBay
    • 1999 – Salesforce.com lança o primeiro SaaS
    • 2000 – Surge a Cloud Computing

 

002

 

O termo Cloud Computing

Como vimos a computação em nuvem pode parecer um termo relativamente novo, mas baseia-se em muitos anos de tecnologias distribuídas.

A computação em nuvem tem evoluído através de uma série de fases , que incluem grade e computação utilitária , prestação de serviços de aplicações ( ASP ) e Software as a Service ( SaaS ).

O próprio termo "nuvem" se origina da telefonia. As empresas de telecomunicações, que até a década de 1990 ofereciam principalmente ofertas ponto-a-ponto de dados, iniciaram as ofertas de serviços para VPN (Virtual Private Network), com qualidade e a um custo muito menor. Ao mudar o tráfego para balancear a carga, eles foram capazes de utilizar a sua própria banda de rede geral com mais eficácia. Eles usaram o símbolo da nuvem para marcar o ponto entre a infra-estrutura que era de responsabilidade do prestador, e onde era a responsabilidade do usuário. A computação em nuvem estende esse limite para cobrir os servidores, bem como a infra-estrutura de rede. O primeiro uso acadêmico do termo "cloud computing" apareceu em uma aula de Ramnath Chellappa[1] em 1997.

 

[1] Intermediaries in Cloud-Computing: A New Computing Paradigm Ramnath Chellappa --- Univ. of TX, Ctr. for Res. on Elect. Comm., MSIS Dept., Grad. Sch. of Bus., Austin, TX 78712. Dallas 1997

 

Até mais e bom estudo a todos!


Author's profile picture

Vitor is a computer scientist who is passionate about creating software that will positively change the world we live in.

MVP Azure - Cloud Architect - Data science enthusiast


10 minutes to read